quinta-feira, 29 de abril de 2010

Fechando me na dor


as palavras são parcas. A vontade de escrever quase nula,forço-me a isso para não sucumbir, o que não é um bom sinal pois sempre me exprimi pela escrita.
Desinteresse.
Conheço esta sensação...vivi-a há 5 anos atrás exactamente nesta mesma altura quando minha mãe morreu exactamente no mesmo maldito mês de Abril.

só peço a Deus que as pessoas que me abordarem e comigo partilham a vida, família, percebam minimamente que preciso de ser poupada nos próximos tempos a coisas negativas.. sinto me sem forças... algo mais acima de todo isto que tenho vivenciado este mês sei que será fatal e irei ao fundo... tento permanecer à tona... sinto um misto de revolta com vontade de fugir associada a dor intensa cá dentro preciso de chorar mas meu ser controla o choro que não deixa sair o que ainda lá está acumular...
Deus está a tirar me do mundo quem eu sei que me ama verdadeiramente e nunca um único mal me fez, julgou ou desejou em toda a minha curta vida.

Ja´estou com arritmias e as tensões descontroladas...
conheço me muito bem
já vivi isto outrora nesta altura também....

Não estou nada bem e tenho noção disso
conseguirei superar mais isto?estou cansada exausta.. e vê se isso em meu rosto...ontem foi a missa de sétimo dia...
não me apetece mais escrever
quero ficar quieta no meu sofrer

MOURNING

Sem comentários: