sábado, 30 de janeiro de 2010

Ha necessidade?

NAo entendo a necessidade das pessoas estarem sempre e constantemente a criticar negativamente alguém.
Não entendo a necessidade das pessoas pensarem em tudo com detalhe antes de proferirem alguma coisa retirando a pureza das palavras,sejam suaves ou duras, mas que sejam genuinas.
Não entendo o porque das pessoas não se aceitarem e tentarem sempre exigir dos outros aquilo que não são, não respeitando a sua essência nem valorizando o que detêm de positivo. Porque todas as pessoas na vida têm um lado bom.

Sou de Marte, ou Vénus, sei lá... pois não falo como os terrestres!
Quando penso que falo bem em português .. como terrestre que julgava ser, só me deparo com a falta de entendimento e julgamentos vãos. Se as pessoas tanto defendem a pureza do coração e a sinceridade, assim como o ser-se genuíno, porque tanto recriminam quem o é quando defronte ao que não percebem nem entendem?! Ate os puros dos mais puros diz por vezes palavras mais amargas, pois a pureza do coração reside em não omitir o que se sente em dada altura mas também reside em saber por de lado em segundos sentimentos momentâneos menos positivos. Essa sim é a pureza bruta da alma de uma pessoa. Aquela que não é manipulada e sai de dentro naturalmente seja em forma de docilidade seja em forma de descontentamento. Ser-se puro engloba tudo- o nao esconder o bom nem o mau. Porque a pureza no ser humano engloba também os seus defeitos e virtudes.

Será difícil as pessoas entenderem isso? Pureza é pureza--- é algo que não e manipulado, é como um diamante bruto sem ser lapidado, é como um rosa mesmo com os seus espinhos, é como um pássaro mesmo quando pica alguém que se aproxime.. tudo que é puro não é forjado.
Por isso porque aclamam tanto a pureza se depois quando confrontados com ela a recriminam por vezes?

Saturada... estou saturada!!! Sou imperfeita em estado de evoluçao constante, contudo estou saturada de deparar com pessoas ainda mais imperfeitas que eu e se julgam melhores que ninguém e que os outros.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Leiam e escutem.... palavras as vezes para quê?

Manuel Freire : Pedra filosofal
Música: Manuel Freire
Letra: António Gedeão


Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer


como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos

como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam
como estas árvores que gritam
em bebedeiras de azul

eles não sabem que sonho
é vinho, é espuma, é fermento
bichinho alacre e sedento
de focinho pontiagudo
que fuça através de tudo Em A7
no perpétuo movimento D


Eles não sabem que o sonho
é tela é cor é pincel
base, fuste ou capitel
arco em ogiva, vitral

Pináculo de catedral
contraponto, sinfonia
máscara grega, magia
que é retorta de alquimista

mapa do mundo distante
Rosa dos Ventos Infante
caravela quinhentista
que é cabo da Boa-Esperança

Ouro, canela, marfim
florete de espadachim
bastidor, passo de dança
Columbina e Arlequim

passarola voadora
pára-raios, locomotiva
barco de proa festiva
alto-forno, geradora


cisão do átomo, radar
ultra-som, televisão
desembarque em foguetão
na superfície lunar


Eles não sabem nem sonham
que o sonho comanda a vida
e que sempre que o homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos duma criança



http://www.youtube.com/watch?v=iqUI5NyDJmQ



Como diz o ditado aguas passadas nao movem moinhos. Com o passado, erros e acertos devemos aprender, evoluir e auxiliarmo nos atraves das experiencias para caminharmos mais adiante de forma segura e cada vez mais aproximados do nosso caminho, porque cada um de nós detem uma missao nesta vida, só que nem todos a conseguem descobrir e compreender.

Uma pessoa sozinha nao consegue mudar o mundo para uma forma mais positiva, mas muitas pessoas juntas podem marcar e fazer a diferença, basta haver uniao, consciencialização, coordenação, entendimento e acima de tudo amor entre todos fraternal e luz em cada um dos corações.

FELiz 2010...
tenho em intuiçao que as coisas irao melhorar ao longo deste decano e o acto de consciencializaçao ira chegar a um maior numero de pessoas que estavam ate agora adormecidas nas vidas e vicissitues que esta nos apresenta.

Ha que saber olhar com olhos de ver.. e nao apenas andarmos aqui por andar.

Um abraço de luz
Paz,
Amor,
fraternidade
compreensão
aceitação
entendimento
e acima de tudo sinceridade com nós mesmos e com os demais.
Om mani padme hum
QUE Deus vos proteja a todos conhecidos e desconhecidos